Foco e Escopo

A Revista de Defesa da Concorrência, editada pelo Cade, tem como objetivo contribuir para o fomento da produção acadêmica sobre defesa da concorrência e difundir conhecimento sobre os temas concorrenciais.


A revista será editada semestralmente e publicará artigos que tratem de temas concorrenciais sob as óticas do Direito, da Economia, das Relações Internacionais e de outras áreas de interesse do Cade. Os trabalhos podem ser produzidos no formato de estudo doutrinário ou de comentário de jurisprudência.

Processo de Avaliação pelos Pares

A política de avaliação dos artigos submetidos à Revista de Defesa da Concorrência consiste, inicialmente, em uma análise preliminar pelos Editores para verificar se o trabalho submetido  é compatível com o escopo da publicação. No caso de aprovação, o artigo é encaminhado a um dos Pareceristas para avaliação anônima. Os mencionados Pareceristas serão, em geral, juristas ou economistas e selecionados de acordo com seu campo de especialização.


Os critérios para avaliação do texto serão a contribuição para o conhecimento científico, a consistência dos resultados apresentados e o caráter inovador do texto.

Periodicidade

A Revista de Defesa da Concorrência tem periodicidade semestral.

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Política de Taxas

Este periódico não cobra taxas para submissão, avaliação ou publicação de artigos.

Histórico do periódico

A edição pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica – Cade de uma publicação periódica sobre política de defesa da concorrência teve início em 1975, com o lançamento da Revista de Direito Econômico. Em 2004, o veículo passou a se chamar Revista de Direito da Concorrência. Em 2013, com nova linha editorial, recebeu o nome de Revista de Defesa da Concorrência. Desde a primeira versão até hoje, mais de 50 edições foram publicadas. Desde 2017 a Revista conta com nota Qualis B1 o que nos coloca entre as 60 melhores revistas do país e a mais destacada na área concorrencial.