A DEMANDA DO AÇO BRASILEIRO E A PERDA DE BEM-ESTAR OCASIONADA PELO EXERCÍCIO DO PODER DE MERCADO NO PERÍODO DE 2006 A 2008

Janderson Damaceno dos Reis, Márcia Azanha Ferraz Dias de Moraes, Mirian Rumenos Piedade Bacchi

Resumo


O objetivo principal deste trabalho é calcular o valor da perda de bem-estar do setor siderúrgico brasileiro, considerando os diferentes mercados relevantes, como o de aço bruto, laminados e vergalhões. Para alcançar este propósito foram estimadas as diferentes equações de demanda dos referidos mercados relevantes. O modelo teórico utilizado referente ao peso morto para mercados oligopolizados foi o de Daskin (1991). Os resultados deste trabalho mostram que o mercado siderúrgico brasileiro é muito concentrado e há o exercício do poder de mercado por parte das firmas participantes, ocasionando perda de bem-estar para sociedade brasileira.

 

Palavras-chave: Siderurgia; Peso Morto; Elasticidade-preço; Concentração;


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista de Defesa da Concorrência