A regulação financeira e os determinantes do desempenho e da concentração bancária no Brasil: uma análise econométrica para o período 2000-2017

Conteúdo do artigo principal

Débora Campos de Faria
Paulo Rogério Scarano
Pedro Raffy Vartanian

Resumo

O artigo tem como objetivo identificar o papel da regulação governamental para a rentabilidade e a estrutura de mercado das instituições financeiras. Para tanto, são estimados modelos de dados em painel, envolvendo todos os bancos que operaram com carteira comercial no período compreendido entre 2000 e 2017. Os resultados apontam que as variáveis diretamente relacionadas à regulação não são estatisticamente significativas para o desempenho bancário. Nesse contexto, revelam-se significativas para a rentabilidade bancária as variáveis relacionadas à concentração bancária e a eficiência das firmas do setor. Já em relação à estrutura de mercado, as variáveis relacionadas com a regulação, tais como a “participação do volume de crédito direcionado” e “as regulações relevantes”, com potencial para geração de barreiras à entrada, são estatisticamente significativas, impactando positivamente os níveis de concentração do setor. Os resultados encontrados sugerem ainda que, apesar de não afetar diretamente a rentabilidade do setor, a regulação interfere indiretamente nesse aspecto, ao contribuir para maior concentração do mercado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
CAMPOS DE FARIA, D. .; SCARANO, P. R. .; VARTANIAN, P. R. A regulação financeira e os determinantes do desempenho e da concentração bancária no Brasil:: uma análise econométrica para o período 2000-2017. Revista de Defesa da Concorrência, Brasília, v. 9, n. 2, p. 115-132, 2021. DOI: 10.52896/rdc.v9i2.917. Disponível em: https://revista.cade.gov.br/index.php/revistadedefesadaconcorrencia/article/view/917. Acesso em: 12 ago. 2022.
Seção
Revista de Defesa da Concorrência
Biografia do Autor

Débora Campos de Faria, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Mestra em Economia e Mercados pela Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Paulo Rogério Scarano, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Professor Doutor do Mestrado Profissional em Economia e Mercados da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Pedro Raffy Vartanian, Universidade Presbiteriana Mackenzie

Professor Doutor do Mestrado Profissional em Economia e Mercados da Universidade Presbiteriana Mackenzie.