Pools de patentes entre uma possível solução à tragédia dos anticomuns e ameaças à concorrência

Conteúdo do artigo principal

André Luís Menegatti

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo aprofundar o debate acerca do papel que pode ser desempenhado pelos pools de patentes no contexto da chamada “tragédia dos anticomuns”, que caracteriza o atual mercado de propriedade intelectual. Após a identificação dos principais aspectos dos anticomuns e dos problemas daí decorrentes, busca-se avaliar as virtudes dos pools como possível solução, bem como analisar as ameaças que tais arranjos podem representar em termos concorrenciais – visto que a prática de patent pooling pode ter conseqüências, ou mesmo intenções, anticompetitivas.
O tema é delicado ponto de imbricação entre Direito da Propriedade Intelectual e Direito Concorrencial, motivo pelo qual também serão exploradas as relações entre esses sistemas. A finalidade é identificar os impactos que eventuais desequilíbrios nessa interface podem causar à viabilidade dos pools de patentes como uma solução à “tragédia”.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Detalhes do artigo

Como Citar
MENEGATTI, A. L. Pools de patentes: entre uma possível solução à tragédia dos anticomuns e ameaças à concorrência. Revista de Defesa da Concorrência, Brasília, v. 1, n. 1, p. p. 16-51, 2013. Disponível em: https://revista.cade.gov.br/index.php/revistadedefesadaconcorrencia/article/view/45. Acesso em: 11 ago. 2022.
Seção
Revista de Defesa da Concorrência